SAC
0800 701 1918
Loading...


O X Seminário Internacional Patentes, Inovação e Desenvolvimento (SIPID), realizado no dia 4 de dezembro, no Rio de Janeiro, teve como tema a inovação incremental. O evento contou com o patrocínio do Laboratório Cristália. Para debater o assunto, o convidado internacional, jurista e professor de Direito e Ciências da Saúde da University of Surrey do Reino Unido, Ryan Abbott, fez uma apresentação intitulada The Power of Incremental Innovation.

O evento sedia também a entrega da 4ª edição do Prêmio Denis Barbosa de Propriedade Intelectual, que reconheceu neste ano Dr. Ogari de Castro Pacheco, fundador do Laboratório Cristália.

“Em nome do grupo inovativo do Cristália, gostaria de agradecer este reconhecimento. São cerca de 400 pessoas trabalhando diariamente em diferentes setores, da ferramentaria até os doutores e cientistas, para garantir inovações com ganho terapêutico que beneficiam milhões de pessoas. Este prêmio é deles”, comemora Dr. Pacheco durante o evento.

O SIPID contou ainda com outros dois painéis na programação. O primeiro abordando os Desafios da Propriedade Intelectual em Inovações Incrementais, com a presença de Nubia Gabriela Chedid, chefe da Divisão de Patentes de Farmácia II do Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), como convidada principal. Entre os debatedores, o chefe do Departamento do Complexo Industrial e de Serviços da Saúde do BNDES, João Paulo Pieroni, e representantes do setor farmacêutico, incluindo Ana Cepeda, da EMS e Marisa Rizzi, gerente de Pesquisa e Inovação do Cristália.

“O X SIPID contou com a participação de importantes atores da indústria farmacêutica, química, agências regulatórias e de fomento, da academia e associações e os debates realizados tinham como objetivo gerar reflexão e movimentos que ajudem a esclarecer e facilitar o processo de patenteabilidade de produtos de inovação incremental no Brasil”, comenta Marisa Rizzi.

O segundo painel foi dedicado à divulgação dos primeiros resultados do Projeto de Combate ao Backlog do INPI.

Compartilhe